Cordialidade

outubro 31, 2011 at 1:16 am (Neutra)

Seria cordial demais engolir meu orgulho?

-(—- Cordialidade

Sem cumprimentar, sem despedir
Apenas está como vai-se
E assim fica a dúvida de um piscar
Sono, vento, sujeira e charme

Tanta ciência traz o caos
Deixar-se levar pelo inexplicável?
Proporcional a graduação alcoólica
Considerando o atrito do incômodo

Há pouco que sempre quis saber
Dificuldade de pessoas racionais?
Não, só quem sou eu
E de quem estamos falando

—-)-

Musa. DCLXVI

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: