Repúdio

março 6, 2012 at 1:06 am (Uncategorized)

“Aquele que luta com monstros deve se acautelar para não tornar-se também um. Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você.”
Nietzsche

-(—- Repúdio

Entreguei-me aos prazeres da vida
Pode-se dizer vil a ação
Mas nunca disse que era carnal
Um orgasmo em uma conversa
Parece algo tão intelectual

A gente se escreve aos moldes da evolução
Mais próximo de degeneração e regressão
Onde ‘Eu te amo’ equivale a um ‘bom dia’
Digo que nunca uso essas palavras em vão
Só quando sinto a realidade em sintonia

Por isso é difícil achar algo real
As pessoas inibem o sentimento antes de sentir
Julgam atos libidinosos como cumprimentos
Consideram carinhos e afeto abomináveis
Esquecendo do quanto pode durar um momento

Amamos tanto quanto imaginamos
Que a força do apego é mero interesse podre
Escárnio de pessoas superficiais que fomento
E com minha borracha vou apagando
Minhas rasuras e, vulgarmente, meus pensamentos

—-)-

Musa. DCLXVI

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: