Eu

março 31, 2012 at 9:14 am (Uncategorized)

Apenas eu.

-(—- Eu

Fazia um tempo que eu não sorria
Que não achava graça do quanto sou estúpido
Rir um pouco dos antigos medos
E apenas curtir intrépido

Vontade de compartilhar meu sentimento
Abraçar até uma porta em meu caminho
Ser inanimado fora de desenhos animados
Mas ainda posso desabafar carinho

Só me faltou um brinde regado a amor
Eufemismo pra álcool, é óbvio
Pois fui inabalável até que me abalaram
E segui sem respiradas de alívio

A existência se mostrou tão opcional
Que nem todo semblante se formou perfeito
Vultos conjugados com imaginação
Estranhas piscadelas, tiques e trejeitos

No momento, eu só quero eternidade
Como se fosse simples um pedido assim
Tanto faz se não é realmente eterno
Mas cada segundo está sendo infinito pra mim

—-)-

Musa. DCLXVI

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: