Unidade

agosto 1, 2016 at 11:53 pm (Uncategorized)

Something old. Something new.

-(— Unidade

Disfarçado num sorriso brando
Nada parece fora do comum, não hoje
Pelo menos é o que faz-se perceber
E engana-se com o que ouve

De repente, preocupa-se com a não-unidade
Como pôde perder-se em um beijo?
Nem atribuiu valor, mas algo mudou
E mudança faz-se seu indesejo

Entende de solidão ao olhar-se
E pensa sobre a vida, sempre em demasia
Não para, como nunca mais vai,
E continua, como nunca iria

Então desconsidera-se nesse dia
Nada foi e jamais aconteceu
Assim morre em deleite de outros dias
E pensa sobre o que é realmente seu

—)-

Musa. DCLXVI

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: